Contabilidade em Santo Amaro

Contabilidade para afiliados: como reduzir a tributação

Contabilidade para afiliados online education affiliate illustration

 

Você sabia que a contabilidade para afiliados pode ajudar na redução da sua tributação? Para saber como, acompanhe este conteúdo, até o final.

Vivemos na era da internet, da tecnologia e da informação, com isso, é cada vez maior o número de pessoas gerando renda na internet. 

No entanto, é preciso destacar que muitos empreendedores digitais não estão conduzindo corretamente os seus negócios sob o ponto de vista fiscal.

De olho nisso, a Receita Federal tem autuado quem não vem seguindo as exigências legais. Fora isso, temos muitos empreendedores pagando mais impostos que o necessário por simples falta de orientação tributária especializada.

Sendo assim, preparamos este conteúdo para retirar todas as dúvidas dos afiliados em relação a regularização dos seus negócios e a sua tributação. 

Aqui, você vai descobrir que pode pagar menos impostos, entender a importância da contabilidade para afiliados e ter acesso a um passo a passo completo para abrir a sua empresa.

Se preferir, você também pode entrar em contato direto com a nossa equipe, clicando em um dos botões abaixo:

Botão Whatsapp     Botão Telefone Branco

Contabilidade para afiliados: é mais vantajoso ser autônomo ou pessoa jurídica?

Recebemos dúvidas de muitos afiliados que trabalham de forma autônoma e pensam em abrir uma empresa.

A principal dúvida desses empreendedores, diz respeito às vantagens de cada modalidade, afinal, é mais vantajoso ser autônomo ou pessoa jurídica?

Para responder a essa pergunta, preparamos um pequeno comparativo com as principais características de cada opção, veja:

Afiliado Autônomo:

  • Possui limite de saque em plataformas como Eduzz e Monetizze;
  • Precisa contribuir com o Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF , cuja alíquota pode chegar a 27,5% sobre os rendimentos.
  • Precisa contribuir com o INSS para autônomos, com alíquota de 20%.

Afiliado Pessoa Jurídica – PJ:

  • Não possui limite de saque em plataformas como Hotmart, Eduzz e Monetizze;
  • Tem acesso a opções econômicas de tributação, como o Simples Nacional;
  • Contribui com alíquota de INSS para empresários, com alíquota de 11%.

A contabilidade para afiliados não nos deixa dúvidas, para o afiliado, atuar como pessoa jurídica, ou seja, abrir CNPJ, é a melhor opção.

Contabilidade pessoas grande ideia

Por que contratar uma contabilidade para afiliados?

Você ainda não conta com uma contabilidade para afiliados? Veja porque contratar a sua:

  • Assessoria e orientação para abertura de empresas;
  • Planejamento tributário, cálculo e emissão de guias;
  • Cálculo de pró-labore e folha de pagamento;
  • Entrega de obrigações acessórias exigidas pelo fisco;
  • Escrituração de movimentos fiscais e contábeis;
  • Elaboração de balanços e balancetes;
  • Registro e admissão de funcionários;
  • Dentre outras atividades.

Agora que você já sabe o que faz uma contabilidade para afiliados, veremos como funciona a tributação para esse tipo de atividade.

Entendendo a tributação de um afiliado: como reduzir os impostos?

Neste tópico, vamos falar sobre a tributação para afiliados, mas antes de falarmos a respeito dos regimes tributários para afiliados, precisamos comentar sobre o MEI.

Muitos afiliados nos perguntam, se afiliado pode ser MEI e infelizmente, a resposta para este questionamento, é não, afiliado não pode ser MEI, pois não há previsão legal para o exercício dessa atividade como Microempreendedor Individual.

Sabemos que algumas pessoas escolhem a atividade PROMOTOR(A) DE VENDAS INDEPENDENTE e CNAE 7319-0/02, para enquadramento como afiliado no MEI, no entanto, é muito importante lembrar que o famoso jeitinho brasileiro pode se transformar em uma grande dor de cabeça no futuro.

Faça a coisa certa, não corra risco e evite multas e sanções por parte da Receita Federal.

Sendo assim, vamos conhecer os regimes tributários para afiliados:

Regime tributário

Simples Nacional: Regime tributário para afiliados com faturamento anual de até 4,8 milhões.

No Simples Nacional o afiliado pode ser tributado com base nas seguintes alíquotas e condições:

Afiliados que possuem funcionários e folha de pagamento igual ou superior a 28% do faturamento: 

  • Alíquota efetiva entre 6% e 19,5% no Anexo III do Simples Nacional.

Afiliados com folha de pagamento inferior a 28% do faturamento: 

  • Alíquota de 15,5% e 19,25% no Anexo V do Simples Nacional.

Vale lembrar que a legislação considera o pró-labore do sócio, ou seja, a retirada do afiliado, como parte integrante da folha de pagamento.

Lucro Presumido: Regime tributário para afiliados com faturamento anual de até 78 milhões.

No Lucro Presumido, as alíquotas variam entre 13,33% a 16,33% de acordo com a alíquota de ISS utilizada pelo município.

Lucro Real: Regime tributário para afiliados com faturamento anual superior a R$ 78 milhões.

No Lucro Real, a apuração dos tributos e impostos devidos é realizada com base no lucro líquido da empresa, no entanto, as alíquotas são como regra mais elevadas que nos demais regimes.

Por fim, vale lembrar que independente do regime tributário, atuar como pessoa jurídica se mostra mais econômico e benéfico para o empreendedor.

Abertura de empresa vetor contadores computador

Como abrir empresa e contratar uma contabilidade para afiliados?

Agora que você já sabe que abrir uma empresa para afiliados é a sua melhor opção, confira o passo a passo para conquistar o seu CNPJ com ajuda de um contador especialista:

1.Procure orientação e assessoria contábil

O primeiro passo para abrir a sua empresa, começa pelo seu contato com o time de especialistas da Contabilidade em Santo Amaro.

Vamos oferecer toda a assessoria e orientação necessária para garantir economia no pagamento de tributos com a escolha do melhor regime societário e tributário para o seu negócio.

2.Registro nos órgãos competentes

Na sequência, vamos solicitar o registro da empresa nos órgãos competentes, dentre eles:

  • Junta Comercial do Estado;
  • Receita Federal;
  • Secretaria Estadual de Fazenda;
  • Prefeitura Municipal.

Após o registro nos órgãos competentes, a sua empresa receberá:

  • NIRE – Número de Identificação do Registro de Empresas
  • CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas;
  • Inscrição Estadual;
  • Inscrição Municipal;
  • Alvará de Funcionamento;
  • Autorização para emissão de notas fiscais.

3.Aquisição do certificado digital

Por fim, será preciso adquirir um certificado digital A1 ou A3.

O certificado digital é uma espécie de assinatura eletrônica obrigatória para que as empresas possam emitir notas fiscais e trocar informações com o fisco.

Percebeu como os serviços de contabilidade podem ajudar o seu negócio? Agora é abrir seu CNPJ e dominar a venda de cursos online e ebooks, sendo pessoa jurídica e pagando menos impostos.

Agora que você já sabe o que precisa para abrir uma empresa, veja como é fácil contratar uma contabilidade para afiliados.

Tudo que você precisa, é clicar em um dos botões abaixo e conversar com o time de especialistas em negócios digitais aqui da Contabilidade Digital em Santo Amaro.

Botão Whatsapp     Botão Telefone Branco